Vigilância Ambiental em Saúde realiza atividade na Semana Nacional de Combate ao Aedes Aegypti em Tamoios

29/11/2018 - Cabo Frio participa da Semana Nacional de Combate ao Aedes Aegypti, que começou no último domingo, dia 25, e se estende até a próxima sexta, dia 30. Nesta quarta-feira (28), agentes da Coordenadoria de Vigilância Ambiental e Sanitária de Cabo Frio, em parceria com a Defesa Civil, estiveram em Tamoios realizando ações de conscientização e combate ao mosquito.

A ação foi dividida em dois bairros: Unamar e Santo Antônio. As equipes percorreram ruas, visitaram casas e comércio com o objetivo de localizar possíveis focos de criadouro do mosquito. Casas que já receberam a visita dos agentes foram revisitadas, para garantir que a situação da residência não tenha mudado. Também foi realizada a distribuição de material informativo e orientações de prevenção à população.

Agentes da Defesa Civil também participaram da atividade executando o projeto piloto de saneamento ambiental “Para se combater temos que conhecer”, que consiste em orientar a sociedade sobre técnicas de evitar os criadouros do mosquito.

Para a coordenadora de Vigilância Ambiental em Saúde de Cabo Frio, Andreia Nogueira, a conscientização é a melhor forma para combater o Aedes Aegypti. “Esse trabalho de porta em porta é fundamental para combater o mosquito. Temos a oportunidade de entrar na casa das pessoas e tirar dúvidas, esclarecer, e acima de tudo, conscientizar. Se cada um fizer a sua parte, o mosquito não tem vez”, disse ela.

A atividade desta quarta também contou com um stand, montado no Shopping UnaPark, em Unamar. Os agentes do stand distribuíram panfletos e tiraram as dúvidas dos pedestres em relação ao mosquito Aedes Aegypti. O carro “fumacê” também rodou pelas ruas do distrito. Vale destacar que o carro utilizou a essência de citronela, uma vez que o repelente está proibido por lei.

As atividades da Semana Nacional de Combate ao Aedes Aegypti são uma recomendação da Sala Nacional de Coordenação e Controle (SNCC) do Ministério da Saúde, que orientou estados e municípios a realizarem atividades para instruir as comunidades sobre a importância da prevenção e do combate ao mosquito.

No total, 210 mil unidades públicas e privadas de todo o país estão sendo mobilizadas, sendo 146 mil escolas da rede básica, 11 mil Centros de Assistência Social e 53 mil Unidades Básicas de Saúde (UBS). A semana encerra com o dia D (30/11) de combate ao Aedes, com a realização de mutirões de limpeza em todos os espaços, incluindo os órgãos públicos.