Exposição de fotos do Projeto Albatroz é inaugurada no Terminal de Transatlânticos

Mostra tem como tema a preservação da biodiversidade marinha

27/11/2018 - Desde o domingo o Terminal de Transatlânticos recebe a exposição de fotos “Projeto Albatroz: Conservando a biodiversidade marinha”. A exposição fixa conta com 16 imagens registradas por fotógrafos renomados, como Luciano Candisani, da Revista National Geographic; Fabiano Peppes e Dimas Gianuca, integrantes do Projeto Albatroz; além de Guy Marcovaldi, coordenador nacional do Projeto Tamar. O evento é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Cabo Frio e o Projeto Albatroz, patrocinado pela Petrobras. O prefeito de Cabo Frio, Dr. Adriano Moreno, prestigiou o evento.

Na ocasião ele assinou um termo de intenção para disponibilizar um local, próximo ao Dormitório das Garças, para a construção de um Centro de Visitantes, onde a população da cidade e os turistas poderão conhecer melhor o trabalho do Projeto Albatroz. O secretário de Turismo, Radamés Muniz, e o coordenador do Meio Ambiente da Secretaria de Desenvolvimento, Mario Flavio Moreira, também estiveram presentes.

Registradas durante embarques marítimos e visitas aos longínquos santuários de reprodução das aves, as imagens retratam a majestade dos albatrozes em seu voo, interação com os barcos pesqueiros e também os profissionais que trabalham no duro ambiente marinho.

Além das fotos, há também uma réplica de um casal de albatrozes viageiros em tamanho real. Essa é uma das maiores espécies de aves oceânicas do mundo, que pode chegar a cerca de 3,5 metros de uma ponta a outra e viver por mais de 50 anos.

O prefeito Dr. Adriano Moreno afirmou que é de total interesse para a prefeitura apoiar projetos que promovam a conscientização ambiental.

“Tudo o que diz respeito à preservação ambiental conta com o apoio da prefeitura de Cabo Frio, afinal, nossa cidade vive do que o meio ambiente nos proporciona e preservá-lo, é preservar o nosso município. O Projeto Albatroz já estava presente em nossa cidade, mas é importante que possamos estar contribuindo com a sua permanência e aumentando sua visibilidade, criando uma consciência ambiental ainda mais forte em nossa população”, comentou.

Projeto Albatroz

Reduzir a captura incidental de albatrozes e petréis é a principal missão do Projeto Albatroz, que tem o patrocínio da Petrobras por meio do programa Petrobras Socioambiental. O Projeto é coordenado pelo Instituto Albatroz – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) que trabalha em parceria com o Poder Público, empresas pesqueiras e pescadores.

A principal linha de ação do Projeto, nascido no ano de 1990, em Santos (SP), é o desenvolvimento de pesquisas para subsidiar Políticas Públicas e a promoção de ações de Educação Ambiental junto aos pescadores, jovens e às escolas. O resultado deste esforço tem se traduzido na formulação de medidas que protegem as aves, na sensibilização da sociedade quanto à importância da existência dos albatrozes e petréis para o equilíbrio do meio ambiente marinho e no apoio dos pescadores ao uso de medidas para reduzir a captura dessas aves no Brasil.

Atualmente, o Projeto mantém bases nas cidades de Santos (SP), Itajaí e Florianópolis (SC), Itaipava (ES), Rio Grande (RS) e Cabo Frio (RJ).

“Nossa ideia é criar uma área que envolva o turista, valorizando a cultura salineira e pesqueira de Cabo Frio, tão importantes na região. E claro, sensibilizar sobre a importância da conservação do meio ambiente marinho e sua fauna, especialmente a ameaçada de extinção”, explicou a coordenadora do Projeto Albatroz, Tatiana Neves.