Orientadores Educacionais do município debatem relações étnicas e educação antirracista

22/11/2018 - Na manhã desta quarta-feira (21), cerca de 60 orientadores educacionais das escolas da rede municipal de ensino encontraram-se para a reunião mensal, no auditório da Ferlagos. Em virtude das comemorações do Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, o tema do encontro foi “(Re) Pensando as relações étnicas na escola: por uma pedagogia antirracista”. Na ocasião, os educadores também assistiram o curta-metragem “Pode me chamar de Nadir”.

Uma das convidadas para fomentar os debates foi a professora Márcia Fonseca, coordenadora de História e Cultura Afro e Indígena do Departamento de Supervisão Escolar da Secretaria de Educação (Seme) e coordenadora do GRIOT pesquisa, difusão, memórias em tradições e contemporaneidades afro. Também foi convidado para enriquecer os diálogos Fábio Emecê, professor de Língua Portuguesa da rede Estadual, pós-graduado em Estudos Culturais da Diáspora e Civilização Africana, militante antirracista e atuante da cultura Hip Hop há 18 anos.

Mediadora dos debates, a diretora do Departamento de Orientação Educacional da Seme, Natália Casemiro, citou dados do mapa da violência do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) de 2017 e da Pesquisa Nacional por Amostra de Município (PNAD) de 2015. Os estudos evidenciam a realidade desigual entre as populações negra e branca no que concerne às taxas de analfabetismo, desemprego e mortalidade.

Entre debates e reflexões, os educadores discutiram questões como a representatividade do negro na sociedade e a necessidade de desmistificar a formulação de pré-conceitos advindos das características fenótipas dos indivíduos. “É de suma importância fomentar esse debate na escola para que a instituição escolar seja um espaço onde as diferenças sejam valorizadas e acima de tudo, respeitadas. Nosso papel enquanto educadores é combater o pensamento escravocrata arraigado em nossa sociedade, e uma pedagogia antirracista é fundamental nessa luta”, afirmou Natália Casemiro.

A reunião contou, ainda, com a participação da Coordenadoria-Geral da Criança e do Adolescente (Cogecria) da Secretaria de Assistência Social. A coordenadora e assistente social da pasta, Rosi Winter, falou sobre a parceria da Assistência com a Orientação Educacional para o desenvolvimento do Projeto Parentalidade Positiva nas escolas da rede.

O próximo encontro acontece no dia 12 de dezembro no Costa Azul Iate Clube. Será uma confraternização em comemoração ao Dia do Orientador Educacional, celebrado no dia 04 de dezembro.