Plantio de mudas nativas marca celebração pelo Dia da Árvore e da Pessoa com Deficiência

Participantes ganharam espécies de presente para levar para casa

22/09/2018 - Centenas de pessoas participaram da celebração ao Dia da Árvore e Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência com o plantio de 30 mudas de árvores nativas de aroeira, ipê entre outras. A iniciativa foi promovida pelo Centro de Reabilitação de Cabo Frio, órgão ligado à Secretaria de Saúde, e pelo Horto Municipal. Crianças e adultos assistidas por diversas instituições fizeram o plantio no entorno da unidade e também puderam levar para casa uma muda de presente.

“Viemos aqui para celebrar um novo tempo, nova era. Todos somos iguais, independentemente de qualquer coisa. Essa iniciativa do Centro de trazer as crianças que tiveram seus direitos desrespeitados é muito importante e agradeço muito por isso. Viver bem é respeitar o próximo, amar. Tenho as ferramentas para cumprir essa missão difícil que Deus me deu e são vocês. Temos que ter amor no coração e vontade de fazer a mudança, que começa com nossos jovens. Quando a gente planta não é só uma árvore, mas também a esperança em dias melhores”, declarou o prefeito Dr. Adriano Moreno em seu discurso.

As mudas foram plantadas no entorno da unidade por estudantes do 5° ano da Escola Municipal Domingos Gouvêa, localizada no Portinho, por crianças do Programa Mais Novo Educação e também pelas assistidas pela Apae Cabo Frio, que fazem tratamento no Centro de Reabilitação. Também participaram demais pacientes, familiares e funcionários da unidade. Segundo a organização, além de fomentar a importância do papel social de inserção das pessoas com deficiências, o objetivo da ação foi colaborar para o Corredor Verde, que vai a partir da localização do Morro da Guia, passando pelo Horto Municipal, pelo sambaqui ao lado do shopping e pelo bairro Palmeiras.

Importante destacar que para que tudo acontecesse foi fundamental a parceria com as Secretarias de Educação, de Assistência Social, de Esportes e de Desenvolvimento da Cidade, por meio da Coordenadoria de Meio Ambiente, bem como o apoio da Apae Cabo Frio, da Associação de Pais, Profissionais e Amigos dos Autistas de Cabo Frio e Região dos Lagos (Appaa Casa Azul), Associação Mães Coragem, bem como do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência sejam motoras, intelectuais, auditivas ou visuais.