Comissão de Educação da Alerj cobra explicações sobre demissões em Cabo Frio

Deputado quer saber sobre dados financeiros da Prefeitura e ações de ajuda emergencial

17/05/2020 - O presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado estadual Flávio Serafini (PSOL), protocolou nesta sexta-feira (15) um pedido de esclarecimentos à prefeitura de Cabo Frio quanto às demissões de cerca de 3 mil profissionais contratados da rede municipal de ensino no último dia 29 de abril.

O parlamentar pede o detalhamento dos dados orçamentários da folha de pagamento até abril de 2020;e dos dados sobre uso do Fundeb. Além disso, o presidente da comissão quer saber se há ações emergenciais de ajuda às famílias dos profissionais demitidos.

De acordo com o Sindicato dos Profissionais da Educação (Sepe Lagos), na última audiência virtual com a Secretaria de Educação, não foi oferecida qualquer alternativa aos trabalhadores demitidos. A categoria avalia que este pedido de esclarecimentos, poderá ajudar a pressionar o governo aprestar esclarecimentos.

Em pronunciamentos recentes, o prefeito Adriano Moreno (DEM) justifica a demissão em massa sob a alegação de queda na arrecadação própria e do Fundeb. Ele afirma ainda que a verba do Fundeb não pode ser destinada a qualquer programa de assistência social e que os trabalhadores devem fazer o pedido de auxílio amergencial do Governo Federal.