Cabo Frio terá 10 postos no Dia D contra a febre amarela neste sábado

Segundo mutirão de vacinação em 2018 acontecerá nos 92 municípios do Estado

Com o objetivo de ampliar ainda mais a cobertura vacinal contra febre amarela no Estado do Rio de Janeiro, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) vai realizar neste sábado (3), um novo Dia D de vacinação contra a doença. A mobilização acontecerá nos 92 municípios e dá continuidade à estratégia da SES, iniciada no ano passado para imunizar cerca de 14 milhões de pessoas em todo o território fluminense.

Até agora, já foram aplicadas cerca de 9 milhões de doses da vacina em todo o Estado. Cabo Frio participa do Dia D deste sábado com 10 locais de vacinação, das 8 às 17h, além de um posto volante, que circulará na zona rural do município.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que é indispensável a apresentação da caderneta de vacinação, principalmente no caso das crianças, já que muitas pessoas que tomaram a vacina ano passado estão retornando novamente. Por isso, a Secretaria também ressalta que quem já se vacinou ao longo das campanhas desenvolvidas no ano passado não precisa tomar uma nova dose, já que ela é válida para toda a vida.

“Relembramos que Cabo Frio não teve nenhum caso da doença desde 2016 e não temos o vírus circulando na cidade. Há vacinas disponíveis para todos que queiram e precisem se vacinar nos postos. É fundamental que as pessoas procurem se informar se podem tomar a vacina”, alertou Patrícia Freitas, coordenadora do Programa de Imunização do município.

Confira a relação dos postos para o Dia D deste sábado:

Centro de Saúde Oswaldo Cruz
Hospital Municipal Otime Cardoso dos Santos
PAM de Santo Antônio
Posto de Saúde de Unamar
ESF Praia do Siqueira
ESF Jardim Caiçara
ESF Gamboa
ESF Vila do Ar
ESF Caminho de Búzios
ESF Jardim Peró

Para reforçar a imunização, Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias farão busca ativa, de casa em casa, para detectar pessoas que ainda não tenham se vacinado.

Além dos 10 locais disponíveis, a Secretaria Municipal de Saúde de Cabo Frio, em parceria com a Base Aeronaval de São Pedro da Aldeia, terá um posto volante de vacinação, circulando nos bairros da zona rural do município para atender à população que ainda não tenha sido vacinada.

A Secretaria Municipal de Saúde informa, ainda, que todas as unidades da Estratégia de Saúde da Família estão abertas, em dois períodos, esta semana, para que os idosos com idade acima de 60 anos possam ser avaliados e retirarem os atestados que possibilitem a eles serem vacinados.

Segundo o Ministério da Saúde, a vacina NÃO é indicada para os seguintes casos:
- pessoas com alergia a algum componente da vacina e alergia a ovos e derivados;
- pessoas com doença febril aguda, com comprometimento do estado geral de saúde;
- pacientes com doenças que causam alterações no sistema de defesa (nascidas com a pessoa ou adquiridas), assim como em uso de terapias imunossupressoras – quimioterapia e doses elevadas de corticosteroides, por exemplo;
- indivíduos portadores de Lúpus Eritematoso Sistêmico ou com outras doenças autoimunes;
- portadores de doenças como anemia falciforme, diabetes descontrolado, hipertensos, pacientes HIV positivo, pessoas com doenças hematológicas, doença de Addison e artrite reumatoide não poderão se vacinar sem prescrição médica;
- pessoas que façam uso de terapias em uso de medicações antimetabólicas ou medicamentos modificadores do curso da doença (remédios como Infliximabe, Etanercepte, Golimumabe, Certolizumabe, Abatacept, Belimumabe, Ustequinumabe, Natalizumabe, Canaquinumabe, Tocilizumabe, Ritoximabe e outros terminados com MOMAB, XIMAB, ZUMAB, ou UMAB), transplantados;
- pacientes que tenham apresentado doenças neurológicas de natureza desmielinizante (Síndrome de Guillain-Barré, ELA, entre outras) no período de seis semanas após a aplicação de dose anterior da vacina;
- pacientes transplantados de medula óssea;
- pacientes com histórico de doença do Timo;
- crianças menores de nove meses de idade;
- crianças menores de dois anos de idade que não tenham sido vacinadas contra febre amarela não devem receber as vacinas tríplice viral ou tetra viral junto com a vacina contra FA (o intervalo entre as vacinas deve ser de 30 dias);
- gestantes, mulheres que estejam amamentando, portadores do vírus HIV e idosos com mais de 60 anos que residam em área de circulação do vírus devem passar por um profissional de saúde para avaliar a possibilidade de vacinação.


 


Pesquisa interna