Jornal Tamoios
Cabo Frio, Tamoios,

Elza Soares lança 'Negão negra' em parceria com Flávio Renegado

A música enfatiza a luta, o orgulho e a resistência do povo preto em meio ao racismo (veja o vídeo abaixo)

25/07/2020 - As comemorações dos 90 anos de Elza Soares não param. Nesta sexta-feira (24/7), Elza Soares lançou a faixa Negão negra, em parceria com rapper Flávio Renegado. A letra da canção enfatiza a luta, o orgulho e a resistência do povo preto em meio ao racismo. A música manifesto narra a realidade que muitos indivíduos enfrentam diariamente pelo Brasil afora.

A cantora se juntou ao rapper mineiro Flávio Renegado para lançar “Negão Negra”, single que já está disponível nos aplicativos de música. “Estamos atravessando um momento chato, mas lutamos contra esse horror do preconceito racial. Para isso canto uma música que fala lindo de nossa Mãe África, uma mamãe preta. O Flávio Renegado é bom demais e pedimos atenção à letra da música: uma letra que deixo ‘modernona’ ao meu jeito”, comentou a diva.

Com batidas eletrônicas e rap, “Negão Negra” une duas gerações em torno de uma luta atemporal contra injustiças sociais que sempre existiram. Além da música, o público espera pelo clipe, que está em fase de produção final e será lançado na próxima terça. A produção será um alerta e uma homenagem a pessoas negras que perderam suas vidas por conta do racismo.

“Essa música é um presente do início ao fim. Tanto por compor ao lado desse gigante chamado Gabriel Moura quanto pelo prazer indescritível de fazer um dueto com a ‘voz do milênio’. Elza é a síntese de tudo pelo que luto e acredito; uma mulher preta que sempre lutou, nunca se deixou calar e conseguiu chegar lá. Essa música é o meu hino, uma prece, uma conexão direta com meus irmãos e os nossos ancestrais”, comemorou Flávio Renegado.

Esse é o terceiro lançamento de Elza Soares em 2020, vindo na sequência da versão de “Juízo Final”, de Elcio Soares e Nelson Cavaquinho, e de “Carinhoso”, imortalizada por Pixinguinha e João de Barro.

"Estamos atravessando um momento chato, mas lutamos contra esse horror do preconceito racial. Para isso canto uma música que fala lindo de nossa Mãe África, uma mamãe preta. O Flávio Renegado é bom demais e pedimos atenção à letra da música: uma letra que deixo ‘modernona’ ao meu jeito", conta Elza em comunicado.

Entre em contato com o Jornal Tamoios pelo email jornaltamoios@yahoo.com.br