Ex-PM e integrante de grupo de extermínio que atuava como pastor é preso em Cabo Frio

O ex-PM e antigo integrante de um grupo de extermínio da Baixada Fluminense que atuava como pastor foi preso na manhã desta terça-feira (10). Renato Gomes, de 75 anos, participou de pelo menos 30 homicídios e foi condenado em 2004. Ele foi localizado em Cabo Frio depois que agentes da 126ª Delegacia receberam informações do setor de inteligência da Polícia Civil.

Segundo a Polícia Civil, Roberto disse ter perdido as contas de quantas mortes participou nos anos 70 e 80. Nas contas da polícia, ele praticou pelo menos 30 assassinatos enquanto era policial militar.

Renato ficou 21 anos preso e fugiu para o interior em 2004, quando recebeu liberdade condicional. Enquanto estava solto, ele foi novamente condenado pela 2ª Vara Criminal da Comarca da Capital a pena de 35 anos de prisão. A condenação foi em julho de 2004, mas ele não tinha sido encontrado.

O homem atuava como pastor em uma igreja evangélica em Cabo Frio, onde morava nos últimos anos, e foi expulso da PM por causa das condenações na Justiça. Ele chegou se reformar como 3º sargento enquanto integrava a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. Os crimes foram praticados principalmente na região de São João de Meriti e Caxias.

 


Pesquisa interna


free
hit counter