Servidores da Saúde de Cabo Frio iniciam greve por tempo indeterminado

De acordo com o sindicato, 20% dos servidores aderiram à paralisação e os atendimentos não foram prejudicados.

Servidores da Saúde de Cabo Frio entraram em greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (9). De acordo com o sindicato, 20% dos servidores aderiram à paralisação. Eles reivindicam o salário do mês de setembro, o reparcelamento referente a dezembro de 2016, insalubridade, triênio e o 13º salário de 2015 e 2016.

Na manhã desta segunda, aproximadamente 30 servidores se reuniram em um ato em frente à Secretaria de Saúde do município para protestar contra os atrasos no pagamento. De acordo com Gelcimar Costa, presidente do Sindicato da Saúde de Cabo Frio, deveria haver mais transparência por parte dos governantes.

"O governo não nos chama para conversar e dialogar. Eu acho que tem que haver transparência para sabermos quanto (o município) arrecadou, quanto gastou e como gastou", disse.

Ainda segundo o presidente do sindicato, apesar da paralisação, nenhum serviço foi interrompido. De acordo com ele, cerca de 20% a 30% do efetivo continuam trabalhando nas unidades para não prejudicar a população.

A Prefeitura informou que "vem realizando os pagamentos de acordo com a entrada de recursos nas contas. Os servidores efetivos da Educação que recebem com recursos do Fundeb tiveram seus salários depositados na última sexta-feira".

A Prefeitura ressaltou ainda que "vem realizando todos os esforços para regularizar, no menor prazo possível, todos os débitos deixados pela gestão anterior. A Prefeitura vem direcionando os recursos disponíveis para o pagamento de servidores e para a manutenção dos serviços essenciais e, ao mesmo tempo, trabalha para aumentar a arrecadação do município. Todas as repartições públicas estão funcionando nesta segunda-feira".

Em nota, o município esclareceu também que está fazendo um levantamento para avaliar se houve algum prejuízo nos serviços prestados.

Fonte:G1

 


Pesquisa interna