Secretaria lança pesquisa online para ajudar na construção do Plano de Mobilidade

Com o objetivo de melhorar o sistema de mobilidade urbana em Cabo Frio, o Departamento de Trânsito e Transportes (ENGETTRANS) da Secretaria de Mobilidade Urbana convida a população para participar de uma pesquisa online de Origem/Destino que vai auxiliar na construção do Plano Participativo de Mobilidade Urbana. O objetivo é identificar como está a mobilidade nos bairros e como os moradores se deslocam pelo município.

Para participar basta responder as perguntas do questionário disponível no endereço eletrônico https://goo.gl/KVnr2w informando e-mail, nome e sobrenome, idade, gênero, renda familiar, escolaridade, além do tipo de residência e bairro onde mora, estuda, faz compras e utiliza para lazer. Também é preciso informar as necessidades de mobilidade e acessibilidade e sugerir como é a cidade esperada para os próximos anos. Ainda não há um prazo para o encerramento da pesquisa.

Esses dados serão compilados pela equipe da Secretaria de Mobilidade Urbana e integrados ao Plano de Mobilidade. Segundo o secretário da pasta, Mauro Branco, toda população deve colaborar para construção de uma cidade melhor.

“Esta pesquisa é de extrema importância para definir estratégias e melhorias para a nossa cidade. É uma longa empreitada e vamos precisar da ajuda de todos. É muito importante que todos compartilhem experiências para melhorar a mobilidade da nossa cidade, e para isso a pesquisa é fundamental, porque vai identificar como está a mobilidade nos bairros e como é o deslocamento pelo município”, destacou.

Sobre o Plano de Mobilidade

O Plano foi lançado junho de 2017, no auditório da Prefeitura. Os delegados inscritos participaram de uma capacitação no início de novembro que teve por objetivo transmitir conceitos sobre mobilidade urbana utilizados na política nacional (Lei 12.587 de 2012). Cerca de 100 delegados participaram das palestras promovidas pela Secretaria de Mobilidade Urbana, discutindo temas como “a cidade que queremos” e “como construir a cidade que queremos”. A ideia é que os delegados possam agir como formadores de opinião para difundir os conhecimentos em seus bairros. A previsão da pasta é de que os trabalhos sejam finalizados em abril e o Plano seja colocado em prática ainda neste primeiro semestre de 2018.

 



Pesquisa interna