Após morte de idosa em hospital de Cabo Frio, Adriano afirma que 'não há motivo para pânico'

Prefeito reforça que medidas de isolamento social estão mantidas e a importância da quarentena

02/04/2020 - O prefeito de Cabo Frio, Adriano Moreno (DEM), fez um pronunciamento à população pelas redes sociais da Prefeitura, no começo da noite desta quarta-feira (1º), horas após a morte de mulher de 81 anos no Hospital Santa Izabel, por causa do novo coronavírus. No discurso, o prefeito confirmou que a morte foi registrada para Arraial do Cabo, onde a idosa morava, e pediu calma aos cabofrienses.

Adriano pontuou que o município ainda não tem casos confirmados ou mortes, e que os registros suspeitos estão sendo devidamente acompanhados. O chefe do Executivo reforçou a importância das medidas de isolamento social e disse que o decreto que fecha o comércio e as demais restrições estão mantidas.

– Não é motivo para pânico. Cabo Frio continua sem nenhum caso de morador. Fica mantido nosso decreto de isolamento para pessoas não terem contato social. Idosos, fiquem em casa. Temos tomado todas as medidas possívelis para que Cabo Frio passe desse momento sem ter vidas ceifadas. Quero agradecer a populaçao de Cabo Frio e aos nossos funcionários da saúde, que têm trabalhado incessantemente. A todos os funcionários da Prefeitura, mas em especial ao pessoal da saúde, que tem se desdobrado para que possamos combater esse vírus – salientou.

Adriano falou acompanhado do secretário municipal de Saúde, Iranildo Campos, e da superintendente da Vigilância em Saúde, Lucy Pires. A infectologista ressaltou que as medidas preventivas quanto ao Covid-19 foram tomadas desde antes do Carnaval e que as notificações dos casos são feitas imediatamente.

– Desde o final de janeiro e fevereiro, temos passado orientações para todas as equipes técnicas dos hospitais particulares e públicos, com protocolos de acolhimento do paciente, protocolo para coleta do exame, protocolo de manejo clínico dos casos. As equipes estão afinadas com a Vigilância em Saúde. A notificação das suspeitas é imediata – destacou Lucy.

Já o secretário destacou as medidas de isolamento tomadas pelo prefeito e a importância delas para evitar a disseminação da doença no município.

– Essas decisões podem parecer amargas para algumas pessoas. Mas lá na frente, as pessoas vão agradecer. No momento que pede que todo cidadão para que fique em casa. Lá na frente pessoas vão dizer para o senhor: 'Você estava certo'. A sua preocupação maior hoje não é se aquele comerciante, aquele empresário está satisfeito ou não. É claro que tem preocupação com comércio, que é mola muito importante no desenvolvimento da cidade. Mas sua preocupação hoje é a vida. E o senhor conhece muito bem a saúde pública. Essa decisão que o senhor está tomando é firme. É preciso que cada um entenda as decisões que o senhor está tomando – comentou Iranildo.

O prefeito falou, reforçando as palavras do secretário:

– Nós sabemos que nossas medidas são austeras, que vão impactar na economia do município. No momento, a prioridade é combater o vírus que está se alastrando para o mundo inteiro. Depois vamos resolver a questão da economia. Agora, a prioridade é a vida do cabofriense – finalizou.