Coordenadoria da Mulher promove campanhas de conscientização

Direitos de Família e feminicídio serão discutidos em palestras e rodas de conversa

Outubro é o mês marcado pela conscientização das mulheres. Para a Coordenadoria-Geral dos Direitos da Mulher (CGDMulher), órgão vinculado à Secretaria de Municipal de Assistência Social (Semas), não apenas a prevenção ao câncer deve ser lembrada mas, também, a prevenção contra a violência, e garantia dos direitos femininos. Por isso, neste mês, tanto a equipe da CGDMulher como a do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam) têm uma extensa agenda de eventos que começou na última terça-feira (17) com o Projeto Mulheres em Ação, numa parceria com os Centros de Referência da Assistência Social (Cras), visando à conscientização e defesa dos direitos da mulher ao mesmo tempo em que combate a discriminação junto à comunidade. Assuntos como direitos de família (pensão alimentícia, divórcio, guarda, entre outros), serão abordados durante as reuniões dos Grupos de Reflexão que atendem as diversas faixas etárias no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) que são realizadas nos Cras.

Dentro no projeto, mulheres atendidas pelo Cras Central participaram, na última terça-feira (17), às 8h30, de uma roda de conversa sobre Direitos de Família, as mudanças na legislação e os avanços conquistados. A programação se repetiu nesta quinta-feira (19), às 14h, no Cras do Manoel Corrêa, e continua na sexta-feira (20), também às 14h, no Cras do Jacaré. Na próxima semana a equipe da CGDMulher estará levando o projeto Mulheres em Ação para o Cras de Monte Alegre (dia 23, às 14h), Cras da Praia do Siqueira (dia 24, às 14h), Cras do Jardim Esperança (dia 25, às 8h30 e 14h), e Cras de Tamoios (dia 31, às 8h e às 15h).

Além disso, na próxima terça-feira (24), às 14h30, também haverá palestra sobre feminicídio na OAB de Cabo Frio (Rua Ministro Gama Filho, nº 23, bairro Braga), com a advogada e coordenadora-geral dos Direitos da Mulher, Tereza Tenan, e no dia 27 haverá a celebração do Outubro Rosa na Praça Porto Rocha, no Centro, das 9 às 17h, com diversas atividades e coleta de garrafas pet para o projeto Natal da Cultura, organizado pela Secretaria Municipal de Cultura, Secretaria Municipal de Assistência Social através dos Cras, e Associação de Artesãs de Cabo Frio.

Tereza Tenan esclarece que “a mulher vítima de violência não cuida de si mesma, nem cuida da sua saúde, por isso precisa de muita ajuda. E a divulgação dos nossos serviços é essencial para que as mulheres de Cabo Frio e da região litorânea saibam dos seus direitos e do apoio que nosso Centro oferece. Temos uma equipe de assistentes sociais, psicólogas, pedagogas e advogadas extremamente qualificadas para prestar atendimento individual e em grupo”, afirmou Tereza, lembrando que logo após o Outubro Rosa a CGDMulher inicia as atividades do Novembro Azul, com o projeto “21 Dias de Ativismo de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres”, que começa dia 20 de novembro e vai até 10 de dezembro.

 

 


Pesquisa interna