Rio das Ostras realiza fiscalização de lançamento de esgoto clandestino

Ação teve início na última quinta-feira, dia 1 de maio, na Enseada das Gaivotas

Em apenas dois dias, 13 moradores foram notificados na Enseada das Gaivotas. A ação de fiscalização de lançamento clandestino de esgoto na localidade teve início na quinta-feira, dia 01 de março, na Rua Euclides da Cunha, com equipes das Secretarias de Manutenção de Infraestrutura Urbana e Obras Públicas em conjunto com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Rio das Ostras – SAAE.

Segundo o presidente do SAAE, Max Almeida, a Enseada das Gaivotas é uma região que possui um lençol freático mais alto e o lançamento de esgoto ilegal traz um comprometimento muito grande, por conta da erosão e os riscos de contaminação. Por isso, a localidade, que é uma área de expansão das Lagoas do Iriry e Seca, precisa de sistemas hidrosanitários adequados.

“Em primeiro momento, estamos fazendo um levantamento para verificar se as residências apresentam projetos adequados ou se são construções sem licença. O trabalho tem como objetivo ajudar e apoiar, para que possamos buscar soluções para os problemas da Enseada, mas esta é uma responsabilidade de todos”, ressaltou.

De acordo com o subsecretário administrativo de Obras de Rio das Ostras, Diogo Azevedo, o lançamento clandestino de esgoto tem prejudicado também o andamento dos serviços de manutenção realizados na localidade.

“Desde o início da atual administração municipal, as equipes vêm realizando várias melhorias no bairro, mas há dificuldades por conta da erosão, que compromete a regularidade do pavimento. Além da contaminação que pode tomar grandes proporções, prejudicando a saúde pública e o meio ambiente”, destacou Diogo, lembrando que já no primeiro dia de ação houve flagrantes.

Além da Euclides da Cunha, a fiscalização passou pelas ruas Carlos Chagas Filho e Oswaldo Cruz, onde foram feitas 13 constatações de vazamento de esgoto. A ação também contou como apoio de fiscais de saneamento e do Grupo de Operações Especiais – GOE.

AÇÕES NA ENSEADA – Ainda de acordo com Diogo, desde 2017 foram realizadas na Enseada intervenções mais duradouras com manutenção e aplicação de material de drenagem em seis ruas e intervenções para melhorias no fluxo de águas com drenagem nas travessias em 15 pontos da localidade. Topógrafos também estão fazendo um cadastro das drenagens executadas nas travessias, para que sejam oferecidas melhores condições no tráfego.

A Prefeitura também mantém os serviços de nivelamento de vias não pavimentadas da Enseada, principalmente nas rotas de vans. O trabalho de fiscalização na localidade continua esta semana.


 


Pesquisa interna