Centro Municipal de Reabilitação é oficialmente aberto

Atendimentos começam a ser feitos na terça-feira dia 21

A partir da próxima terça-feira (21) pacientes que precisam de fisioterapia para tratar sequelas de doenças neurológicas como Acidente Vascular Encefálico, Parkinson, traumatismo crâneo-encefálico, lesões medulares de esclerose múltipla, distrofia muscular progressiva, síndrome de Guillain-Barré, entre outras, já poderão ser atendidos no Centro Municipal de Reabilitação Osmane Sobral Rezende, localizado no bairro Novo Portinho, em Cabo Frio. Inaugurado há cinco anos, o espaço foi abandonado pelo antigo governo, e oficialmente aberto na manhã desta segunda-feira (13), como parte das comemorações do aniversário de 402 anos de Cabo Frio.

O prédio possui uma área de 1.300 m², com recepção, duas piscinas aquecidas (uma de 25 mil litros e outra de 45 mil litros), seis banheiros, uma copa, quatro vestiários, um ginásio com esteiras ergométricas, bicicletas, maca ortoestática, entre outros aparelhos e duas salas administrativas. O Centro também dispõe de uma sala de fonoaudiologia, uma de psicologia, uma de artes manuais (culinária, pintura, macinha) e sete salas de fisioterapia, sendo uma para
psicomotricidade, uma para neuropediatria, três para eletrotermoterapia, uma para comportamento motor e uma de avaliação.

Para tornar o espaço mais humanizado, as paredes do local foram decoradas com quadros pintados e cedidos por artistas locais como Carlos Alberto Fouraux, Eliane Guedes, Anderson Carvalho, Ivan Cruz, Cássia Fouraux e Roger Viana.

Durante a inauguração, o prefeito Marquinho Mendes lembrou que todo o espaço foi devidamente projetado para oferecer o melhor em fisioterapia a todos os pacientes, e que a solenidade não era uma inauguração. “Inaugurado ele foi em 2012. Também não é reinauguração porque ele nunca foi usado. Então, estamos apenas abrindo o espaço, oficialmente, para atendimento ao público”, explicou o prefeito, lembrando que “inclusive a placa da solenidade de abertura, hoje, é a mesma de dezembro de 2012”. Também participaram da solenidade de abertura do prédio a vice-prefeita Rute Schuindt, o secretário municipal de Saúde, Roberto Pillar, a coordenadora do Centro Municipal de Reabilitação, Michele Moura, e a coordenadora do curso de Fisioterapia da Universidade Estácio de Sã (campus Cabo Frio), Gabriela Avólio, entre outras autoridades municipais.

Também presenta na solenidade, o coordenador geral de fisioterapia de Cabo Frio, André Luis Bandeira, lembrou que o Centro de Reabilitação atende uma antiga necessidade da população cabo-friense: “No local vamos disponibilizar um serviço de excelência com infraestrutura e qualidade no atendimento, especificamente na reabilitação neuro-funcional adulto e pediátrico, trazendo avanço para a saúde da cidade”, completou o coordenador. Para isso, a equipe será composta de 11 fisioterapeutas, uma psicóloga, um fono e um assistente social, além de recepcionistas, auxiliares de serviços gerais, vigias e equipe administrativa, todos funcionários da Secretaria Municipal de Saúde.

Construído em 2012, o prédio ficou abandonado durante os quatro anos da antiga gestão municipal, por isso uma reforma precisou ser feita esse ano: o local recebeu revitalização no telhado, conserto na piscina e na parte elétrica, troca das caixas d´água e pintura.

Os primeiros pacientes já começam a ser atendidos na próxima terça-feira (21): são pessoas que já estavam em tratamento de fisioterapia neurológica na unidade de saúde São Cristóvão. Para novos pacientes, o agendamento será feito no próprio Centro de Reabilitação mediante apresentação de carteira do SUS, identidade, comprovante de residência e encaminhamento médico.

Projetado para realizar 300 atendimentos/dia, em breve o atendimento ganhará um reforço importante. Um convênio está sendo firmado com a Universidade Estácio de Sá para que o local se torne uma clínica-escola. Ou seja, além de fisioterapeutas da Secretaria de Saúde, o planejamento é que alunos e professores da Estácio também realizem atendimentos no local, oferecendo ainda serviços como hidroterapia (adulto e infantil), fisioterapia respiratória, fisioterapia aquática, eletroterapia, traumato-ortopedia, terapia ocupacional, neurologia, neuro-pediatria e fonoaudiologia.

 

 


.



Pesquisa interna