Coordenadoria Mulher participa de lançamento do “Selo Mais Mulher”

Nesta quarta-feira (4) a Coordenadoria-Geral dos Direitos da Mulher (CGDMulher) de Cabo Frio participou da cerimônia de lançamento do “Selo Mais Mulher”, projeto que visa à certificação dos municípios do Estado do Rio de Janeiro que apresentarem ações de prevenção e enfrentamento à violência contra as mulheres. O evento aconteceu na sede do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher – CEDIM/RJ no Rio de Janeiro.

Dados do Dossiê Mulher 2016 mostram que mais de 45 mil mulheres foram vítimas de violência física em todo Estado do Rio. Além das agressões físicas, o balanço leva em conta a violência sexual, patrimonial, moral e psicológica.

Segundo a coordenadora municipal da Mulher, Tereza Tenan, Cabo Frio vem trabalhando para ser contemplada na próxima edição do “Selo Mais Mulher”. Para isso, o município está se adequando aos requisitos cobrados pela Secretaria de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos. No lançamento do selo foram contemplados os municípios de Queimados, Volta Redonda, Nilópolis e Mesquita.

“Essas cidades têm todos os serviços de combate à violência, e isso servirá de estímulo para os demais investirem nessa política pública. Não concorremos desta vez, mas já estamos inscritos para próxima entrega. E temos certeza que conseguiremos este selo também porque já atendemos a quase todos os requisitos. Atualmente nos falta apenas a criação do grupo de reflexão para atendimento ao homem agressor, mas isso já está previsto para esse ano”, completou a coordenadora.

Cabo Frio possui, hoje, um organismo de Direitos da Mulher e o Centro Especializado de Atendimento à Mulher com equipe técnica completa e capacitada, que é regional e atende a Região dos Lagos. Além disso a coordenadoria também oferece palestras para educação, saúde e segurança municipal (guarda municipal).

 


Pesquisa interna


free
hit counter