Espaço Cultural do Surfe está disponível para visitas virtuais

Imagens podem ser acessadas pelo Google Maps e no Street View

21/05/2020 - Em tempos de pandemia do coronavírus e o consequente isolamento social, o Espaço Cultural do Surfe, que fica na Praia do Forte, está disponível para ser visitado virtualmente pela plataforma digital do Google em 3D. As imagens podem ser acessadas pelo Google Maps e no Street View pelo link .

https://maps.app.goo.gl/tPynCeah1Sw61zZx5

O internauta tem a possibilidade de visitar o espaço em um tour 360 graus. O trabalho foi feito pelo fotógrafo do Google Leandro Knobloch. São 30 cenários, com 780 fotos capturadas a cada cinco metros, que mostra todo o acervo composto por pranchas, skates, quadros, troféus, medalhas, camisas autografadas e acessórios em geral.

O espaço

Fundado em 2009, o espaço foi reinaugurado em março de 2017. Ele abriga cerca de 2.500 peças entre itens decorativos, pranchas de surf, bodyboard e longboard, skates, pôsteres, quadros e miniaturas entre outros objetos.

Somente pranchas de surfe são cerca de 370 em exposição, mas o acervo montado por Telmo Moraes, fundador do espaço, é bem maior: são mais de 900 peças que incluem a primeira prancha feita para a Mavericks, uma prancha Hobie Gary Propper (a primeira adquirida para exposição) e ainda peças doadas e autografadas por estrelas do surf como o brasileiro Gabriel Medina, campeão mundial da ASP World Tour de 2014 ,de pratas da casa como Victor Ribas e Gugu e também de surfistas que são exemplos de superação como Jonas Letieri e Gabi Surf. Por tudo isso, o espaço é considerado o maior do gênero das Américas Latina e Central e o terceiro maior “museu de surf” do mundo.