Parceria quer levar projetos de turismo histórico para Tamoios

22/09/2018 - Uma reunião entre o superintendente de Turismo Histórico e Social da Secretaria de Turismo de Cabo Frio, Paulo Cotias, e o secretário de Agricultura, José Teixeira Dias Júnior, deu início à discussão de projetos que têm como objetivo atrair turistas também para Tamoios. A reunião aconteceu na manhã desta sexta-feira (21) na sede da Secretaria de Agricultura. Entre os assuntos, a análise de uma área para a construção de um Centro de Tradições Quilombolas no complexo histórico de Campos Novo.

A ideia surgiu no mês passado, durante visita do diretor da Acquilerj (Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombos do Estado do Rio de Janeiro), Josué Ribeiro Costa, à Secretaria de Turismo, e foi motivada pelo fato de Cabo Frio possuir cerca de 700 famílias divididas em quatro quilombos, todos no distrito de Tamoios: Botafogo (formado por cerca de 150 famílias descendentes dos escravos da antiga Fazenda Campos Novos), Preto Forro (localizado no bairro Angelim, é o primeiro no país a ter o título de posse inserido no Registro Geral de Imóveis), Maria Romana (fica na Agrisa e é o maior da cidade, com 430 famílias) e Maria Joaquina.

Durante a conversa, o secretário de Agricultura apresentou projetos de revitalização da área da Fazenda Campos Novos, e também falou sobre a criação de eventos e atividades que passarão a compor o calendário da Secretaria. A notícia foi comemorada: “Juntos, o projeto de criação do Centro de Tradições Quilombolas pela Secretaria de Turismo, e a proposta de revitalização da Fazenda com criação de um calendário de eventos pela Agricultura, vão se tornar um marco para uma nova fase do turismo”, comentou Paulo Cotias, lembrando que o resgate da cultura e da identidade da comunidade agrícola possuem grande potencial turístico e social, “e contarão com todo o apoio da Superintendência de Turismo Histórico e Social”.

Cotias contou, ainda, que o local pensado para sediar o Centro de Tradições Quilombolas entrará em fase de estudo e elaboração de projeto arquitetônico para que seja avaliada a viabilidade econômica e as parcerias necessárias para sua realização.